Saiba como funciona a emissão de NFe em lojas de veículos

Se você não sabe ou possui dúvidas sobre a nota fiscal eletrônica (NF-e) e deseja compreender melhor para realizar esse serviço corretamente na sua loja de veículos, veja tudo o que precisa saber agora. Primeiramente, entenda que NF-e é um documento obrigatório que comprova a venda de um produto/serviço após a realização da compra feita pelo consumidor, tanto em um estabelecimento físico, como no meio online.

O objetivo dela é atestar a atividade comercial e os direitos de ambos (quem presta o serviço ou quem compra/contrata o serviço), além de servir também para o controle e recolhimento de impostos do governo. Para isso, a nota fiscal eletrônica está em funcionamento no Brasil desde o ano de 2006, buscando facilitar e agilizar o serviço para a população com a ajuda das tecnologias, assim como com o intuito de substituir o uso de papéis, já que é contabilizada digitalmente e impressa.

O governo para esse ano de 2020 já impôs que todos prestadores de serviço devem se adequar a NF-e definitivamente, então para você trabalhar com a NF-e em sua loja de veículos saiba que precisará de uma assinatura digital e de um sistema de software de qualidade, onde por meio do seu dispositivo desktop ou mobile você conterá todas as informações registradas no sistema.

A NF-e em sua loja de veículos

E os benefícios do uso da NF-e em sua loja de veículos por meio de um sistema de gestão qualificado são imensos, pois fora a possibilidade de emitir NF-e de compra/venda/consignação, ainda é possível emitir NFE-s, aquelas notas de serviços, que normalmente são emitidas para envio às financeiras.

E para a sua loja de veículos é necessário que fique atento a emissão e o preenchimento da NF-e, pois nelas deve haver um elemento relevante, chamado de CFOPs (Código Fiscal de Operações e Prestações), que serve para explicar a razão de uma circulação de produtos. No caso de uma loja que venda/revenda veículos usados, esse código é essencial pois comprova a origem dos automóveis, uma informação crucial para a loja, o vendedor e o comprador.

Há vários tipos de CFOPs para o ramo de lojas de veículos e por isso é essencial conhecer os CFOPs, porque ajuda a definir quais são as situações em que a sua nota fiscal eletrônica é emitida, pois existem específicas para cada tipo de situação, como para saídas de vendas, saídas de devolução, etc. Inclusive no caso de revendas de veículos usados há uma regularização diversificada para apurar os tributos.

Essa regularização determina a base de cálculo que contará a diferença entre o montante da alienação do automóvel usado, que estará presente na NF-e de venda, juntamente a seu valor de compra constatado na NF-e de entrada. Isso consta no artigo 10, § 5º, da Instrução Normativa SRF nº 247, do dia 21 de novembro de 2002. Por isso, é necessário estar sempre atento às legislações estaduais e às alíquotas aplicáveis na atividade. Trabalho este, que deve estar sempre alinhado com seu escritório de contabilidade.

Portanto, agora você sabe tudo o que precisa sobre as notas fiscais eletrônicas e a importância de possuir um software para melhorar sua emissão de NFe compreendendo que esse é um ótimo investimento para que então você consiga oferecer mais precisão, segurança e agilidade.

Concluindo então o serviço de forma correta e encaminhando a nota para a Receita Federal com precisão, estando sempre de acordo com as regras impostas pelo governo, e principalmente, mantendo a segurança e a boa imagem da sua loja de veículos em relação a vazamentos de dados e a erros. Gostou desse conteúdo? Continue acessando o blog da ItCar para ter acesso a mais informações como essa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *